Novos cidadãos da União Europeia. Políticas e serviços no território de Lisboa

O conceito de imigração refere-se ao movimento de entrada em dado país, região ou cidade e não é um fenómeno constante, ao longo do tempo tem registado alterações. Um imigrante é a uma pessoa que abandona o seu país de origem de forma voluntária para se estabelecer noutro, que por sua vez é chamado país de acolhimento. A ideia de acolhimento passa pelo modo como a sociedade de “destino” e as suas instituições criam as condições necessárias para os receber e integrar. Mas será que os países estão preparados para acolher os imigrantes? Devido à crise económica e aos impactos que esta tem no mercado de trabalho, o fluxo migratório tem vindo a diminuir nos últimos anos. No caso do território de Lisboa, a diminuição do fluxo não se regista, antes pelo contrário, regista-se algum crescimento anual. Lisboa continua a ser uma cidade atractiva para a população estrangeira. Tendo constatado ao longo dos anos uma mudança na nacionalidade da população imigrante, verificou-se um decréscimo das nacionalidades tradicionais (Angolana, Cabo Verdiana, Guineense, Santomense), para se registar uma maior incidência de grupos de imigrantes vindos da China, India, Nepal, Bangladesh (Fonte SEF).

Read more...

LOADING